Como surgiu o projeto

Em Janeiro de 2014, durante uma visita ao muro que separa católicos e protestantes na Cupar Way, entre a Shankill Road e a Falls Road, em Belfast, na Irlanda do Norte, li uma frase que me chamou atenção “Our Divided Society” (Nossa Sociedade Dividida). Em letras pretas e maiúsculas aquelas três palavras resumiam a situação que se prolonga desde os anos 1960 no país e desde sempre em infinitas regiões do mundo, causada pela guerra religiosa, passando por diferenças políticas até a de classes sociais.

reduzidas-23
Al-Shuhada Street, em Al-Khalil (Hebron)

Um mês depois eu me via diante da construção de um muro na Cisjordânia, no Território Ocupado da Palestina. Desde 2002, cresce a cada dia o chamado “Muro da Vergonha”. Segundo dados da OCHA (United Nations Office for the Coordination of Humanitarian Affairs), a população palestina afetada pela construção chega a 500 mil pessoas. Palestinos que levavam 15 minutos a pé para chegar ao trabalho, hoje demoram pelo menos 45 de carro, por conta das filas nos checkpoints espalhados pela fenda. Em determinados casos, donos de imóveis são impedidos de ir ao próprio terraço de casa pelo que a IDF (Israel Defense Forces, o exército de Israel) chama de “motivos de segurança”.

Decidi então iniciar esse projeto, “Sociedade Dividida”, que pretende visitar lugares onde a separação ainda é vista a olhos nus.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s