Tragédia grega nos bálcãs

Lançado em 2014, o livro ‘Os Velhos Também Querem Viver’ conta a história de uma mulher que entrega sua vida para salvar o marido. E a de um pai que prefere viver a salvar seu filho.

gonçalo_m_tavares-640x426
Gonçalo M. Tavares (Divulgação)

Gonçalo M. Tavares (autor de ‘Uma Viagem à Índia’ e vencedor do prêmio Saramago com ‘Jerusalém’) traz a tragédia de Eurípedes, ‘Alceste’, a mais antiga escrita por ele, em 438 a.C., para a Sarajevo da última década do século passado.

O livro é interessante por relacionar dois períodos tão distantes e, simultaneamente, cretino, já que nada mais faz que copiar para uma linguagem moderna o texto do autor grego. Mas serve pra provar como os questionamentos podem ser iguais, seja com 10 ou 2500 anos de distância.

FullSizeRender (1)

“A morte tem de levar alguém, já se sabe,

trata-se de uma questão de peso último.

Sem corpo às costas, diz a Morte, sinto-me vazia –

como um estômago que ainda não comeu.

E com tanta fome anda a morte pelas ruas de Sarajevo,

que os homens, os piedosos universais, até por ela sentem compaixão.

E quem dá de comer a quem tem esta fome merece, pelo menos,

o inferno, ou mais abaixo – é essa a opinião geral.”

Mais de 12 mil pessoas (quase 90% civis) morreram na cidade durante os quase quatro anos de cerco, de 1992 a 1996. Após a guerra, quase 40% da população da capital da Bósnia havia desaparecido. O conflito na antiga república iugoslava é até hoje o mais sangrento da Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s